Na Mídia

Notícias

Instituto de Identificação da PCDF lança o e-identidade

Com o objetivo principal de diminuir quantidade de documentos obrigatórios transportados diariamente, nova identidade digital é lançada pela PCDF em um projeto pioneiro no país.


DSC_0322.JPGO Diretor do Instituto de Identificação da PCDF, Simão Pedro e o Chefe da Seção de Avanço Tecnológico da PCDF, Rogério Alves, na coletiva de imprensa de apresentação do e-identidade

Em uma coletiva de imprensa realizada na tarde desta segunda-feira (10), o Instituto de Identificação da PCDF apresentou o e-identidade, aplicativo que disponibilizará a Carteira de Identidade de forma digital, além de fornecer outras funções necessárias no dia-a-dia do brasiliense.
Além da comodidade ao usuário na redução da quantidade de documentos transportados, o aplicativo poderá ser utilizado no cadastro e validação de outros documentos pessoais apresentados em comércios, órgãos públicos e outros setores, dificultando assim, principalmente, os crimes praticados por estelionatários e falsificadores de documentos. O aplicativo disponibilizará ainda outras informações necessárias ao cidadão, entre as quais, certidão de antecedentes criminais.


DSC_0314.JPGDr. Robson Cândido explicando para os jornalista sobre o novo aplicativo e-identidade

De acordo com o Diretor Geral da PCDF, Dr. Robson Cândido da Silva, o Distrito Federal é o pioneiro na implantação do sistema. “É um ponto positivo para a capital do Brasil e uma satisfação imensa para a Polícia Civil ser a precursora deste projeto piloto”.
Ele completou informando das vantagens do aplicativo para o brasiliense. "O objetivo é facilitar o acesso do usuário à veracidade das informações contidas em vários documentos em um único registo, a Carteira de Identidade, a partir dos aparelhos celulares smartphones na plataforma Android, e futuramente em IOS, dispensando assim, a obrigatoriedade do porte de outros documentos físicos, entre os quais, a CNH, por exemplo."

Modelo1.jpgAplicativo e-identidade poderá ser acessado de qualquer celular smartphones e IOS

O aplicativo poderá ser acessado por smartphones de plataforma Android, inicialmente para servidores da PCDF. “Em aproximadamente 30 dias, o app para IOS e Android será disponibilizado gradativamente para todos dos cidadãos que tiraram a Carteira de Identidade no Distrito Federal a partir do dia 10/06/2018”, informou o Diretor do Instituto de Identificação, Simão Pedro.
De acordo com o chefe da Seção de Avanço Tecnológico da PCDF, Rogério Alves da Conceição, futuramente, outros serviços também poderão ser acessados por meio do aplicativo. “Estamos ajustando o aplicativo e em breve, além dos serviços elencados, o usurário ainda poderá buscar informações de todas as unidades policiais e outras relacionadas a PCDF, que forem necessárias para a população”.


DSC_0317.JPGAutoridades presentes na coletiva de apresentação do e-identidade

Além do Diretor Geral da PCDF, Robson Cândido e do Diretor do Instituto de Identificação, Simão Pedro, estiveram presentes na coletiva de imprensa, o Diretor da Divisão de Tecnologia, Charles Fernando Alves, o Diretor do Departamento de Inteligência e Gestão da Informação, Saulo Ribeiro Lopes, o Diretor do Departamento de Polícia Técnica, Raimundo Cleverlande A. de Melo e o Chefe da Seção de Avanço Tecnológico da PCDF, Rogério Alves da Conceição.

Assista o vídeo

Nova Carteira de Identidade

whatsapp-image-2019-05-22-at-4.02.57-pm.jpegNova Carteira de Identidade expedida pelo Instituto de Identificação da PCDF
O Distrito Federal também é o pioneiro na emissão da nova Carteira de Identidade, elaborada pelo decreto 9.278 de 2018, da Presidência da República e publicado em fevereiro do ano passado, que foi apresentada na última semana pelo diretor do Instituto de Identificação da PCDF, Simão Pedro. O órgão já emite o documento desde o dia 13 de maio de 2019.
O novo modelo da Carteira de Identidade traz o número de outros documentos, entre os quais, CPF, Título de Eleitor, Carteira Nacional de Saúde, Carteira de Trabalho, Carteira de Habilitação, Certificado Militar, entre outros, sendo suficiente para provar todos os registros, ou seja, não há a necessidade de confronto com o documento físico. Nela pode constar ainda o tipo sanguíneo e condições específicas de saúde do titular para serem utilizados em caso de urgência médica.
Os interessados na emissão da nova carteira, devem agendar atendimento pelo site da Polícia Civil do Distrito Federal e o atendimento ocorre em dias úteis, a partir das 8h30, além do interessado ter que pagar o valor de R$ 42, referente a emissão de segunda via.

Por Ascom/Asbrapp



Publicado em 12/06/2019

Image